quinta-feira, outubro 27

O Portugal da Maria e do Aníbal

Diz o meu caríssimo amigo João Gonçalves que pertenço à brigada anti-cavaquista. Pois é, engana-se. Não gosto de brigadas. Não somos todos iguais. Ainda não tenho uma foto do senhor professor, ou de qualquer outro candidato, a abrir o blog.
É uma pequena grande diferença que diz tudo, não é meu caro?

2 comentários:

gpn disse...

Não, é pura hipocrisia. Esta só a espera da segunda volta para depois escolher o seu candidato . Agora são 5 anti-cavaco. quando só estiver um esse é o seu.Muito simples. Mas sabe que esse momento pode nem chegar, nao sabe?

odete pinto disse...

gpn
Isto de ceder à facilidade e rapidez do adjectivo tem mais que se lhe diga, penso eu de que...

Será que também sou hipócrita - achava-me convictamente incapaz - ou que sou mais uma vez apanhada num dilema?

Esclareço:
1.não conheço Rui Costa Pinto senão de o ler;
2.no passado fui "tentada" a votar Maria de Lourdes Pintasilgo, que nunca conheci mas cuja morte me pesou muito. Na hora da verdade, votei Mário Soares porque senti que não conseguia em consciência "atraiçoá-lo";
3.ainda não sei se Mário se Manuel.