sexta-feira, Fevereiro 17

terça-feira, Janeiro 10

Quentinho



Com este frio de rachar, sabe bem ler no Kibe Loco a notícia de que a Praia de Abricó, no Rio de Janeiro, já tem segurança privada.

Crise na Catalunha

O tenente-general José Mena Aguado, chefe do exército, detido no passado dia 7, por ordem de José Bono, ministro da Defesa espanhol, não agiu isoladamente quando criticou a reforma do Estatuto da Catalunha, que está a ser negociada pelo Governo e partidos catalães.

Bem sacado

Afinal, há um BloguePulse!!!!!

Uma descoberta urgente (II)

Mais contributos para tentar perceber Isabel Pires de Lima, ministra da Cultura, AQUI e AQUI.
Aceitam-se todos os auxílios e/ou opiniões.

Há Cachas e Caixas

Na GLQL.
Vale a pena!

Alerta

Afinal, ainda há quem se importe.

Mais nada

Sempre admirei os políticos que não têm receio de criticar os jornalistas e de afirmar que se estão a borrifar para a comunicação social. Tal e qual como os jornalistas que não se deixam intimidar, condicionar e encantar pelas benesses do poder.

Clima no PS promete

Manuel Alegre sem segurança do Estado porque desconfia de António Costa, ministro da Administração Interna.

Micro-causa alargada (7ºdia)




O exemplo das escutas ilegais nos EUA, levadas a cabo pelos serviços de informação e segurança, e patrocinadas e validadas por George W. Bush, justifica a continuação da micro-causa inicial a que se junta uma nova questão:



PODE O PRESIDENTE DA REPÚBLICA SFF ESCLARECER O QUE PENSA SOBRE:

1. AS MUDANÇAS NO SISTEMA DE INFORMAÇÕES DA REPÚBLICA PORTUGUESA (SIRP), SERVIÇO DE INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS DE DEFESA (SIED), SERVIÇO DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA (SIS E DIVISÃO DE INFORMAÇÕES MILITAR (DIMIL)DESDE QUE DEU POSSE AO PRIMEIRO-MINISTRO, JOSÉ SÓCRATES;

2. PODE O PRESIDENTE DA REPÚBLICA GARANTIR QUE OS SERVIÇOS SECRETOS, EM PORTUGAL, NÃO FAZEM ESCUTAS ILEGAIS SOB O PRETEXTO DO COMBATE AO TERRORISMO?


Quem se juntar a este movimento, num exercício de cidadania, passará a fazer parte da lista publicada, que se encontra em permanente actualização.
Inscreva a frase em maiúsculas no seu blog e/ou deixe uma mensagem na caixa dos comentários a indicar que concorda.

A lista de adesões à primeira parte da micro-causa pode ser consultada AQUI
Já aderiram

Céus de Abril (Exilado)


Estradas Perdidas


Faccioso


Filho do 25 de Abril.blogspot.com


Memórias do 25 de Abril.blogspot.com

Canto Aberto


Fumaças

PJ em greve

... ou mais um episódio do ambiente sinistro que se vive no seio da principal instituição de investigação criminal.

Mistério na Linha

Um grupo de investidores secreto salvou o clube de futebol do Estoril.

Mexia ja mexe

Hoje, no Diário Económico. Ou nos próximos tempos, num órgão de comunicação social perto de si.

segunda-feira, Janeiro 9

Remodelação gráfica








Surpreendente

Allô, Allô, Porto à escuta

Através do Incursões, um blog essencial, é possível debater a questão das escutas a partir de um artigo publicado no semanário Expresso.

Uma descoberta urgente



A minha prioridade passou a ser tentar perceber Isabel Pires de Lima, ministra da Cultura. De facto, as últimas remodelações em departamentos do ministério que tutela merecem um enorme esforço de compreensão. Comecei por ler o post THE WEST WING e a Micro ou Macro causas.Acho que estou no bom caminho.

Micro-causa alargada (6º dia)




O exemplo das escutas ilegais nos EUA, levadas a cabo pelos serviços de informação e segurança, e patrocinadas e validadas por George W. Bush, justifica a continuação da micro-causa inicial a que se junta uma nova questão:



PODE O PRESIDENTE DA REPÚBLICA SFF ESCLARECER O QUE PENSA SOBRE:

1. AS MUDANÇAS NO SISTEMA DE INFORMAÇÕES DA REPÚBLICA PORTUGUESA (SIRP), SERVIÇO DE INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS DE DEFESA (SIED), SERVIÇO DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA (SIS E DIVISÃO DE INFORMAÇÕES MILITAR (DIMIL)DESDE QUE DEU POSSE AO PRIMEIRO-MINISTRO, JOSÉ SÓCRATES;

2. PODE O PRESIDENTE DA REPÚBLICA GARANTIR QUE OS SERVIÇOS SECRETOS, EM PORTUGAL, NÃO FAZEM ESCUTAS ILEGAIS SOB O PRETEXTO DO COMBATE AO TERRORISMO?


Quem se juntar a este movimento, num exercício de cidadania, passará a fazer parte da lista publicada, que se encontra em permanente actualização.
Inscreva a frase em maiúsculas no seu blog e/ou deixe uma mensagem na caixa dos comentários a indicar que concorda.

A lista de adesões à primeira parte da micro-causa pode ser consultada AQUI
Já aderiram

Céus de Abril (Exilado)


Estradas Perdidas


Faccioso


Filho do 25 de Abril.blogspot.com


Memórias do 25 de Abril.blogspot.com

Canto Aberto

Um clássico

“A Oeste de Saravejo”, que passou ontem na RTP, realizado por Davor Marjanovic, era um dos filmes que me faltava ver para tentar perceber melhor as consequências do conflito entre a Bósnia e a Sérvia. É incrível como a guerra, a frustração e o ódio podem adulterar o comportamento humano.

Prémio de consolação

Os anónimos que garantem horas e páginas de banalidades na comunicação social já justificavam um bom cachet.

Ainda há esperança

Uma espécie rara reapareceu, em força, no início da campanha leitoral: o candidato sem camionetes e bifanas à porta dos comícios.

domingo, Janeiro 8

Oportuno

A Lusa e o Portugal Diário revelam a influência da blogosfera na vida política, com conclusões e afirmações muito interessantes, nomeadamente de Pedro Lomba, colunista do DN e autor do blog Pulo do Lobo.

Leitura que vale a pena

Eis um livro e um jornalista que merecem atenção

Um exemplo

A leitura de António Barreto é imprescindível.
Hoje, na sua habitual coluna, Retrato da Semana, o colunista escreve sobre o «Exemplo vem de cima».

Bem observado

Uma leitura comparada sobre o mundo do futebol e das empresas no Lóbi do Chá

Micro-causa alargada (5º dia)




O exemplo das escutas ilegais nos EUA, levadas a cabo pelos serviços de informação e segurança, e patrocinadas e validadas por George W. Bush, justifica a continuação da micro-causa inicial a que se junta uma nova questão:









PODE O PRESIDENTE DA REPÚBLICA SFF ESCLARECER O QUE PENSA SOBRE:



1. AS MUDANÇAS NO SISTEMA DE INFORMAÇÕES DA REPÚBLICA PORTUGUESA (SIRP), SERVIÇO DE INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS DE DEFESA (SIED), SERVIÇO DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA (SIS E DIVISÃO DE INFORMAÇÕES MILITAR (DIMIL)DESDE QUE DEU POSSE AO PRIMEIRO-MINISTRO, JOSÉ SÓCRATES;

2. PODE O PRESIDENTE DA REPÚBLICA GARANTIR QUE OS SERVIÇOS SECRETOS, EM PORTUGAL, NÃO FAZEM ESCUTAS ILEGAIS SOB O PRETEXTO DO COMBATE AO TERRORISMO?


Quem se juntar a este movimento, num exercício de cidadania, passará a fazer parte da lista publicada, que se encontra em permanente actualização.
Inscreva a frase em maiúsculas no seu blog e/ou deixe uma mensagem na caixa dos comentários a indicar que concorda.

A lista de adesões à primeira parte da micro-causa pode ser consultada AQUI
Já aderiram

Céus de Abril (Exilado)


Estradas Perdidas


Faccioso


Filho do 25 de Abril.blogspot.com


Memórias do 25 de Abril.blogspot.com

Canto Aberto

sábado, Janeiro 7

Micro-causa alargada (4º dia)




O exemplo das escutas ilegais nos EUA, levadas a cabo pelos serviços de informação e segurança, e patrocinadas e validadas por George W. Bush, justifica a continuação da micro-causa inicial a que se junta uma nova questão:









PODE O PRESIDENTE DA REPÚBLICA SFF ESCLARECER O QUE PENSA SOBRE:



1. AS MUDANÇAS NO SISTEMA DE INFORMAÇÕES DA REPÚBLICA PORTUGUESA (SIRP), SERVIÇO DE INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS DE DEFESA (SIED), SERVIÇO DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA (SIS E DIVISÃO DE INFORMAÇÕES MILITAR (DIMIL)DESDE QUE DEU POSSE AO PRIMEIRO-MINISTRO, JOSÉ SÓCRATES;

2. PODE O PRESIDENTE DA REPÚBLICA GARANTIR QUE OS SERVIÇOS SECRETOS, EM PORTUGAL, NÃO FAZEM ESCUTAS ILEGAIS SOB O PRETEXTO DO COMBATE AO TERRORISMO?


Quem se juntar a este movimento, num exercício de cidadania, passará a fazer parte da lista publicada, que se encontra em permanente actualização.
Inscreva a frase em maiúsculas no seu blog e/ou deixe uma mensagem na caixa dos comentários a indicar que concorda.

A lista de adesões à primeira parte da micro-causa pode ser consultada AQUI
Já aderiram

Céus de Abril (Exilado)


Estradas Perdidas


Faccioso


Filho do 25 de Abril.blogspot.com


Memórias do 25 de Abril.blogspot.com

Canto Aberto

sexta-feira, Janeiro 6

É só distribuir fruta

Quem tem sentido crítico tem de ter o correspondente fair play, sobretudo os jornalistas, perante pertinentes chamadas de atenção. Jorge Ferreira, com ironia, ilustra uma espécie de jornalismo que pulula, minoritário, impune e irresponsável, a propósito do que se disse e do que se diz sobre Ariel Sharon e Jerónimo de Sousa

Um enorme contra-senso

João Gonçalves, autor de um dos melhores blogs da blogosfera, assina um texto delirante sobre o financiamento dos partidos políticos, cujo título (sugestivo) é 'Mero circo'. Todos temos dias assim, para esquecer.
Para o Portugal dos Pequeninos como existe uma nova lei sobre o financiamentos dos partidos, muito mais exigente, não há razão para escrutinar as contas dos candidatos presidenciais. Oh, João, francamente, você é capaz de muito melhor, mas muitíssimo melhor, seja qual for o candidato que apoia, que, por acaso, pois, é Aníbal Cavaco Silva.

A notícia do dia

O fabuloso destino de Neidi

Uma questão de opção (II)

A resposta embaraçada(!?) de Paulo Gorjão, da Bloguítica, que se pode ler na caixa de comentários do post 'Era só o que faltava' não pode ficar sem mais uma pequena questão. Manuel Alegre reforçaria a credibilidade da sua candidatura se revelasse os financiadores da sua campanha, independentemente da posição dos outros adversários na corrida eleitoral. Está de acordo, PG?

Uma questão de opção (I)

Manuel Alegre, ontem, nos Açores, voltou a falar de corrupção, de democracia limpa e de transparência. O candidato de uma parte do PS não teve receio de falar dos ministros que passam para os conselhos de administração das empresas controladas pelo Estado e dos gestores públicos de topo que assaltam as cadeiras do poder. Nem se coibiu de denunciar o bloco central de interesses que continua a condenar este país à miséria. Entre muitas e diversificadas tiradas vazias, invejosas e medíocres, que preenchem algumas análises politiqueiras, Manuel Alegre continua a insistir em revelar de que lado está a sua candidatura.

Pobre Presidente

O fim do mandato de Jorge Sampaio começa a ser penoso, como se pode perceber pela
sua intervenção tardia no caso da EDP, que já atingiu o ponto de ter de emitir comunicados e desmentidos.

Micro-causa alargada (3º dia)




O exemplo das escutas ilegais nos EUA, levadas a cabo pelos serviços de informação e segurança, e patrocinadas e validadas por George W. Bush, justifica a continuação da micro-causa inicial a que se junta uma nova questão:









PODE O PRESIDENTE DA REPÚBLICA SFF ESCLARECER O QUE PENSA SOBRE:



1. AS MUDANÇAS NO SISTEMA DE INFORMAÇÕES DA REPÚBLICA PORTUGUESA (SIRP), SERVIÇO DE INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS DE DEFESA (SIED), SERVIÇO DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA (SIS E DIVISÃO DE INFORMAÇÕES MILITAR (DIMIL)DESDE QUE DEU POSSE AO PRIMEIRO-MINISTRO, JOSÉ SÓCRATES;

2. PODE O PRESIDENTE DA REPÚBLICA GARANTIR QUE OS SERVIÇOS SECRETOS, EM PORTUGAL, NÃO FAZEM ESCUTAS ILEGAIS SOB O PRETEXTO DO COMBATE AO TERRORISMO?


Quem se juntar a este movimento, num exercício de cidadania, passará a fazer parte da lista publicada, que se encontra em permanente actualização.
Inscreva a frase em maiúsculas no seu blog e/ou deixe uma mensagem na caixa dos comentários a indicar que concorda.

A lista de adesões à primeira parte da micro-causa pode ser consultada AQUI
Já aderiram

Céus de Abril (Exilado)


Estradas Perdidas


Faccioso

Estamos conversados

Quando um processo de paz está dependente da vida ou da morte de um dirigente político, chame-se Ariel Sharon ou Yasser Arafat, então não há qualquer esperança a curto prazo para o futuro do Médio Oriente.

Opinião Pública

O sistema, no DN, de Eduardo Dâmaso
Coabitações, no Espectro, de Constança Cunha e Sá

quinta-feira, Janeiro 5

Era só o que faltava

Há limites para defender o indefensável, como é o caso do Paulo Gorjão, na Bloguítica. Será que a vitória já é tão certa que já nem se pode questionar as fontes de financiamento de Cavaco Silva ou de qualquer outro candidato presidencial?

Já repararam?

O que se está a passar no sector da energia, em Portugal, atesta a inutilidade a que foi vocacionado o Tribunal de Contas.

Procura-se

O sitemeter do Mau Tempo no Canil

Surpresa

Constança Cunha e Sá tem um blog O Espectro.

Não dá para acreditar

Os desenvolvimentos do trágico caso da bebé vítima de maus-tratos, em Viseu.

Micro-causa alargada (2º dia)




O exemplo das escutas ilegais nos EUA, levadas a cabo pelos serviços de informação e segurança, e patrocinadas e validadas por George W. Bush, justifica a continuação da micro-causa inicial a que se junta uma nova questão:









PODE O PRESIDENTE DA REPÚBLICA SFF ESCLARECER O QUE PENSA SOBRE:



1. AS MUDANÇAS NO SISTEMA DE INFORMAÇÕES DA REPÚBLICA PORTUGUESA (SIRP), SERVIÇO DE INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS DE DEFESA (SIED), SERVIÇO DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA (SIS E DIVISÃO DE INFORMAÇÕES MILITAR (DIMIL)DESDE QUE DEU POSSE AO PRIMEIRO-MINISTRO, JOSÉ SÓCRATES;

2. PODE O PRESIDENTE DA REPÚBLICA GARANTIR QUE OS SERVIÇOS SECRETOS, EM PORTUGAL, NÃO FAZEM ESCUTAS ILEGAIS SOB O PRETEXTO DO COMBATE AO TERRORISMO?


Quem se juntar a este movimento, num exercício de cidadania, passará a fazer parte da lista publicada, que se encontra em permanente actualização.
Inscreva a frase em maiúsculas no seu blog e/ou deixe uma mensagem na caixa dos comentários a indicar que concorda.

A lista de adesões à primeira parte da micro-causa pode ser consultada AQUI
Já aderiram

Céus de Abril (Exilado)


Estradas Perdidas


Faccioso

A diferença

A propósito da polémica sobre a demolição da casa de Almeida Garrett, em Lisboa, fui de novo bater à porta de um dos Blogs Revelação de 2005 - Da Literatura. Apesar de não conhecer os seus autores, que assinam Eduardo Pitta, João Paulo Sousa, Jorge Melícias e valter hugo mãe, dá gosto seguir a temática escolhida e abordada a que não falta a actualidade, a criatividade e a diversidade.

Não se pode mudar de animal?

Há uma tónica dominante nas coberturas das campanhas eleitorais: a eterna dúvida jornalística sobre quem vai engolir o sapo.
Invariavelmente, o pobre animal é empurrado para a ribalta de todas as entrevistas, perfis e notícias sobre os candidatos presidenciais, o que já enjoa, nem que seja pela falta de imaginação e pela inevitável associação de imagens.