segunda-feira, abril 11

Ele fala, fala, fala...

mas do congresso do PSD nem uma palavra.

2 comentários:

rajodoas disse...

É natural esta postura porquanto embora ele não acredite interiormente que o novo lider seja capaz de conduzir o partido a bom porto, tinha
que se demarcar no apoio explícito ao mesmo neste caso optando pelo silêncio, para não se comprometer perante o Menezes a quem ele não queria ver na liderança.

TV disse...

Pensámos o mesmo, mas eu não tinha boneco. um abraço.