quarta-feira, janeiro 4

Micro-causa alargada




O exemplo das escutas ilegais nos EUA, levadas a cabo pelos serviços de informação e segurança, e patrocinadas e validadas por George W. Bush, justifica a continuação da micro-causa inicial a que se junta uma nova questão:









PODE O PRESIDENTE DA REPÚBLICA SFF ESCLARECER O QUE PENSA SOBRE:



1. AS MUDANÇAS NO SISTEMA DE INFORMAÇÕES DA REPÚBLICA PORTUGUESA (SIRP), SERVIÇO DE INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS DE DEFESA (SIED), SERVIÇO DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA (SIS E DIVISÃO DE INFORMAÇÕES MILITAR (DIMIL)DESDE QUE DEU POSSE AO PRIMEIRO-MINISTRO, JOSÉ SÓCRATES;

2. PODE O PRESIDENTE DA REPÚBLICA GARANTIR QUE OS SERVIÇOS SECRETOS, EM PORTUGAL, NÃO FAZEM ESCUTAS ILEGAIS SOB O PRETEXTO DO COMBATE AO TERRORISMO?


Quem se juntar a este movimento, num exercício de cidadania, passará a fazer parte da lista publicada, que se encontra em permanente actualização.
Inscreva a frase em maiúsculas no seu blog e/ou deixe uma mensagem na caixa dos comentários a indicar que concorda.

A lista de adesões à primeira parte da micro-causa pode ser consultada AQUI
Já aderiram

Céus de Abril (Exilado)


Estradas Perdidas


Faccioso

4 comentários:

exilado disse...

presente!

NUNO FERREIRA disse...

Concordo e adiro (tardiamente) à causa

António Torres disse...

Obviamente de acordo...

Ricardo disse...

Viva,

Concordo e adiro a esta micro causa! As liberdades individuais têm, cada vez mais, que serem protegidas por todos nós!

Abraço,