sábado, julho 30













TEATRO
Laramie
De Moisés Kaufman e Tectonic Theatre Project
Auditório da ACE, Pr. Coronel Pacheco

Amália
De Filipe La Féria
Teatro Sá da Bandeira

MÚSICA
Festival Vilar de Mouros
Rock In Minho

EXPOSIÇÕES
26º Salão Internacional de Pintura Naïf do Estoril

Manuel Cargaleiro
Galeria de Arte do Teatro Municipal da Guarda

BARES
Tequilla
Praia da Memória, Perafita, Matosinhos

Nem Cavaco conseguiu melhor

O governo anuncia um plano de investimentos de 25 mil milhões de euros e depois decide fazer estudos. Por este andar do debate político, ainda vamos assistir a manifestações e boicotes de estradas para impedir a construção da Ota e do TGV.

sexta-feira, julho 29

É dura, mas é assim


Chegou ao fim o julgamento do processo relativo à morte de duas crianças, durante a construção da Ponte Vasco da Gama. Nove anos depois do trágico acidente, a juíza Ana Peres absolveu os nove responsáveis do consórcio dos crimes de que estavam pronunciados e condenou a Novaponte a uma indemnização de 350 mil euros.
A Justiça nem se faz na rua nem nas redacções, faz-se nos tribunais. Por muito que possa tresandar.

Sexta, 29

MAIS UMA PÁGINA NEGRA NA HISTÓRIA PARLAMENTAR DA III REPÚBLICA

Portugal felicitou Nino pela vitória na Guiné

quinta-feira, julho 28

quarta-feira, julho 27

Um passo em frente

A Organização Ibero-Americana de Pilotos admitiu boicotar algumas linhas aéreas para exigir às autoridades portuguesas e venezuelanas mais intervenção no caso de Luís Santos, co-piloto português detido na Venezuela por suspeita de tráfico de droga.

Um blog de referência

Há blogs...e blogs. Uns chatos e palavrosos e outros objectivos, sintéticos e úteis. Este é indispensável.

Negócio salgado

Outra vez na berra

Círculo vicioso

Um manifesto assinado por economistas - mais um! - faz hoje a manchete do DN.
Começa a cheirar mal este tipo de constante intervenção pública de alguns ex-ministros que deviam estar calados. Ou será que já se esqueceram que passaram pelo Governo?
Um lugar governamental, um cargo de chefia numa empresa de capitais públicos ou num instituto público e uma cadeira na Assembleia da República não conferem um direito vitalício ao espaço mediático.
Dar espaço a novos especialistas - e há tantos por essas Academias - poderia servir para abrir o espaço de debate.
Já enjoa, sempre as mesmas caras! Com os bitaites do costume!

Ó Costa, olha a vida Costa

O ministro da Administração Interna decidiu dar uma nova oportunidade ao consórcio escolhido e renegociar os termos do contrato, depois de ter declarado nula a adjudicação do contrato de construção do Sistema Integrado de Redes de Emergência e Segurança de Portugal, decidida pelo Governo de Santana Lopes.

Quarta, 27


Jantando com o meu avô

Um governo que atira os custos da governação para a geração seguinte e entrega o poder à geração passada

É QUE É JÁ A SEGUIR!

Ao atirarem sobre inocentes, os polícias vão poupando algum trabalho aos terroristas
José Milhazes pediu aos microfones da TSF que lhe mandassem café
Fazer sentido
Quando chega o Estio a jornalada começa a ficar sem conteúdos

Só se fala em milhões
Será?

Em actualização permanente

Opinião Pública

Filipe Rodrigues da Silva, no Diário Digital, sobre as coincidências do Carnaval á portuguesa
Rui Hortelão, no CM, sobre Manuel Alegre
Francisco Azevedo e Silva, no DN, sobre as opções políticas no Ministério das Finanças
Martim Avillez Figueiredo, no DE, sobre o que querem Cavaco e Soares

terça-feira, julho 26

Sem perdão


A Inspecção-Geral da Administração Interna, entidade que controla a acção das polícias, está sem dirigente desde 18 de Fevereiro, conforme revelou o DN. Hoje, até ao momento, o silêncio é a única resposta de António Costa, ministro da Administração Interna. Do alto do seu estatuto de barão socialista e confortado por uma maioria absoluta do PS, António Costa, porventura, não tem tempo nem considera importante preencher um lugar da maior importância na estrutura da administração. A falta de atenção em relação aos direitos dos cidadãos é de uma irresponsabilidade política ímpar.

É só para esconder o papel?

Alberto Costa, ministro da Justiça, anunciou um investimento de 13 milhões de euros para acabar com os grossos volumes de papel cosido, a imagem de marca dos tribunais, como revela o DN.

Questão mediática

Os espanhóis da Prisa compraram a TVI. Com ou sem o director-geral, José Eduardo Moniz?

Não era sem tempo

Depois da recente intervenção de Jorge Sampaio, o Governo começou a agir, formalmente. Em defesa de um cidadão português detido na Venezuela, que tem estado abandonado à sua sorte.

Rectificação

Escrevi há dois dias o seguinte post. Hoje, o Público revela que não foram cinco balas que mataram o cidadão brasileiro, Jean Charles de Menezes, em Londres, mas sim oito.

Opinião Pública

Joana Amaral Dias, no DN, sobre a morte de um cidadão brasileiro em Londres
Octávio Ribeiro, no CM, sobre a geração Soares
António Ribeiro Ferreira, no DN, sobre a demissão de Campos e Cunha

Terça, 26



Oh, senhor Jardim...!

O meu sogro é um Taliban

Ainda nada de verdadeiramente palpável se passou, e já José Sócrates está refém do seu mais remoto antecessor no cargo de secretário-geral do PS

Ter uma maioria absoluta não é ter o poder absoluto. Sócrates que o diga: teve de engolir Mário Soares

O toureado político do ano


Em actualização permanente

sábado, julho 23

MÚSICA - Aveiro em Festa - Jazz e Cuba - Jane Monheit e Juan de Marcos

TEATRO - Ensaio Sobre a Cegueira - Gente que não quer ver Encenação: João Brites -Teatro da Trindade

EXPOSIÇÕES - Desenho na Colecção FLAD - Culturgest

Thomas Schütte - Guerra e paz - Museu de Serralves

Seis anos depois de Georges W. Bush

Os atentados, as mortes, os feridos, as ameaças à bomba, o fundamentalismo e a discriminação religiosa e a violência policial continuam a abrir os notíciarios em todo o mundo. A série de atentados depois de o 11 de Setembro não deixam quaisquer dúvidas.

Um exemplo a partir de Sharm el-Sheik

Os operadores turísticos que organizam viagens para o Egipto já fizeram o levantamento da situação e a Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo revelou que os 112 turistas portugueses que estão na região não foram apanhados pela nova onda de terror.

Um dos problemas da Justiça

Alberto Costa decidiu, finalmente, começar a combater os estrangulamentos judiciais. O ministro da Justiça revelou, ao Público, que está em curso um processo de revisão do sistema de recursos penais.
Uma medida positiva, desde que não seja para ficar na gaveta, na semana em que se vai conhecer – será desta vez? – o acórdão relativo ao processo judicial que envolve uma família guineense e a Lusoponte, NOVE ANOS DEPOIS DA MORTE DE DUAS CRIANÇAS, QUE OCORREU DURANTE AS OBRAS DE CONSTRUÇÃO DA PONTE VASCO DA GAMA.

23.07.05

O melhor
Erro fatal
No pasa nada!
Dúvidas
A seguir
Os exemplos
A esquecer
Pirosices

sexta-feira, julho 22

Este é o Presidente


Escrevi Aqui. Agora, foi com grande satisfação que vi a notícia.

Off-shores...mas nem tanto

O Conselho de Ministros aprovou dez propostas de resolução para a celebração de acordos de troca de informações no domínio fiscal entre Portugal e territórios de off- shores dependentes do Reino Unido e da Holanda.
A a prestação automática de informação abrange os territórios de Aruba, Anguilla, Guernsey, Ilhas Caimão, Ilha de Man, Ilhas Turcas e Caicos, Jersey, Ilhas Virgens Britânicas e Montserrat.
A iniciativa é boa.
Mas nada de muito grave para quem continua a esconder a origem do dinheiro.
Ainda existem dezenas e dezenas de off-shores que garantem o silêncio dos inocentes.

É já ...aaaa...seguir

O meu amigo Jorge recorda o arrastão para avançar uma conclusão. Eu sugiro ainda mais uma: a praia de Carcavelos nunca existiu.

Cuidado


Não entre a correr no metro, sobretudo com uma mochila às costas. Pode levar um, dois, três, quatro ou cinco tiros de um polícia mais nervoso.

Hablas español?

A TVI está à beira de mudar de mãos.

O respeitinho é muito lindo

Um dia depois de Jorge Coelho ter manifestado desagrado pelo facto da Autoridade para a Concorrência não ter dado um parecer sobre o negócio da compra da Lusomundo Media, na Quadratura do Círculo, Abel Mateus deu luz verde à Controlinvest.

Há novidades?

Já caiu mais algum ministro?

Opinião Pública

João Marcelino, no CM, sobre o arrastão de Carcavelos.
Mário Bettencourt Resendes, no DN, sobre as presidenciais.
João Miguel Tavares, no DN, sobre a governabilidade.
Luís delgado, no DN, sobre a crise.

Sexta, 22


LONDRES CONTINUA ALVO PRIVILEGIADO DO TERRORISMO

O PSD ADORA SONDAGENS NA INTERNET
O cão, o gato e o piriquito
PI PI PI PI... (versão portuguesa: volta prá tua faixa, ó camelo de um raio)

Arrematado

25 anos, 1,82, 21 golos no último Brasileirão

Cada vez que a al qaeda faz um ultimato, só me apetece puxar do lança rockets

"Oh Manel, assim não brinco mais!"

Ao despedir Campos e Cunha de ministro das Finanças, José Sócrates criou uma sombra negra

As antologias dos “poemas da minha vida” publicadas pelo Público, têm sido pouco comentadas em relação a um dos seus aspectos mais interessantes: a de serem espelhos procurados e faces construídas dos seus autores

Comissão Europeia quer comunicar melhor com os cidadãos

Em actualização permanente

quinta-feira, julho 21

Há atentados.. e atentados

Felizmente, que os de hoje, em Londres, não fizeram vítimas.

Estados de Espírito


Coincidências

Um dia depois de ter tido o aval da Comissão Europeia para reduzir o défice em três anos, o governo português dá sinais de total desorientação. Agora, o rating da República já não é importante?

Não quero acreditar

Um amigo disse-me que há um blog que chama palhaço ao Presidente e que faz a seguinte pergunta: E agora?
Acho que não vale a pena esperar pela resposta.

Só faltava este...

...Estado permanente de crise.

Curiosidade

Por que terá dito o primeiro ministro, ontem, na declaração que fez no American Club, que não precisava da ajuda da comunicação social?

Quinta, 21


No pasa nada!
O betão e os nababos do "poder" local estão de parabéns

Gosto de viver num País em que os exemplos de tenacidade e persistência são tão abundantes

Nas cadeiras do governo, Pacheco rarissimamente surdia do seu silêncio repleto e fecundo

Em actualização permanente

A primeira vítima

quarta-feira, julho 20

Um aviso de consciência

«Voto contra a proposta do PS mas não faço campanha»
Freitas do Amaral

Um puxão de orelhas a Sócrates

«Em campanha não devia haver declarações sobre impostos»
Freitas do Amaral

O fantasma de Cavaco

«Não seria estranho se saísse do Governo para ser candidato»
Freitas do Amaral

Um declaração de honestidade

«Não podemos dar lições sobre corrupção»
Freitas do Amaral

Opinião Pública

Filipe Rodrigues da Silva, no Diário Digital e Rui Hortelão, no CM, sobre a entrevista de Freitas do Amaral.
Paulo Ferreira, no JORNAL DE NEGÓCIOS, sobre os ministros ruidosos.
Miguel Moreira Rato, no DE, sobre as estapas da governação.
Manuel Carvalho da Silva, no DN, sobre Hipócrisia e alguma ignorância (2).

Quarta, 20


Não faria fotos em que surgisse totalmente destapada
Na sua vida, cada um de nós cumpre um papel
O fundador do CDS não recusa uma candidatura a Belém... E quer que fique claro que está na linha de partida para a corrida a Belém. PONTO FINAL

A Associação Mulheres em Acção conseguiu

Em actualização permanente

terça-feira, julho 19

À Saúde de Correia de Campos

Deseja-se, sinceramente, as melhoras.

Isto vai bonito

Segundo a Lusa, Diogo Freitas do Amaral negou ter criticado o Governo de José Sócrates na entrevista concedida ao Diário de Notícias, da qual o jornal publica hoje um excerto. Segundo o ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros o excerto «é uma visão deturpada do contexto». Ou seja, mais um erro de comunicação.

Um contributo ministerial

Freitas do Amaral, com citação de Xenofonte e tudo, fala da necessidade de persuação. Afinal, a culpa é da falta de publicidade, perdão, de explicação das medidas governamentais...blá, blá, blá...

Opinião Pública

José Medeiros Ferreira, no DN, sobre o Iraque e o Reino Unido.
Diana Amaral Dias, no DN, sobre a «Minha galinha é melhor que a tua».
António Ribeiro Ferreira, no DN, sobre a necessidade de enterrar os socialismos.

Terça, 19


A Revista de que a Esquerda Não Gosta

Ideias com retorno

Guia ilustrado


Em actualização permanente

Emocionante

Quando O Blog Bate Mais Forte está em igualdade com o Alguidar Pneumático e a disputar o 84º lugar com o Tugir em Português no BLOGÓMETRO

segunda-feira, julho 18

Uma rica linha

Um amigo de Castelo Branco telefonou-me indignado com a propaganda oficial do último fim-de-semana em relação à "nova" linha ferroviária que liga Lisboa a Castelo Branco.
Então não é que depois de umas largas dezenas de milhões de euros, pois claro, a viagem de comboio continua a demorar mais de três horas, enquanto de carro, utilizando a A8, se perde apenas uma hora e meia.
O que mudou é simples: agora, o comboio não tem que parar para mudar a locomotiva. Se isto é modernização, estamos conversados.

Isto é uma medida estratégica


José Sócrates afirmou que o investimento nacional em energias renováveis até 2010, da ordem dos três mil milhões de euros, vai tornar Portugal menos dependente do petróleo.

Crise, qual crise?

Uma missão portuguesa com militares dos três ramos das Forças Armadas vai assumir a gestão e a segurança do aeroporto de Cabul, no Afeganistão.

Os amigos de Bush

Um grupo de conservadores islamitas assinou abaixo-assinado contra a possibilidade de as mulheres poderem vir a conduzir automóveis na Arábia Saudita.

Mau começo

Os benfiquistas estão desolados com a vitória do Chelsea.

Opinião Pública

Filipe Rodrigues da Silva, no Diário Digital, sobre o artigo de opinião de Campos e Cunha.
Octávio Ribeiro, no CM, sobre os recados a Sócrates.
João Cravinho, no DN, sobre História, Cultura e Desenvolvimento(2).
Luís Delgado, no DN,sobre a guerra dos mundos.

Segunda, 18


O nosso centro do mundo noticioso são as férias em Cancun prejudicadas por um malvado ciclone. "Tão pequeno burguês!", diria o tenebroso subversivo que há em mim

Pela primeira vez na minha vida, experimento um "café internet"

Post safado

Onde anda você








Em actualização permanente

domingo, julho 17

Algarve em duas rodas

A concentração de milhares e milhares de motards, em Faro, é uma iniciativa que ganha, anualmente, cada vez maior atenção, nacional e internacional. Nem a presença de Carmona Rodrigues, candidato à presidência da Câmara de Lisboa, ontem, no primeiro dia da concentração, retirou brilho à festa dos motoqueiros.

Violência

A morte continua a ser a única palavra para descrever o Iraque.

sábado, julho 16

Tudo a mexer

Depois da notícia do Expresso, que envolve António Mexia no 'mensalão', o ex-ministro e alto quadro do Banco Espírito Santo contratou Daniel Proença de Carvalho para processar o semanário.

O novo livro de Harry Potter...

... Ou Até ao Fim, de Traudl Junge, o livro que inspirou o polémico filme «A queda», da editora Dinalivro.

16.07.05

O melhor
A força da PT
A seguir
Crise, qual crise?
A esquecer
Modernices

sexta-feira, julho 15

Expresso da Meia-Noite

Luís Costa Ribas, correspondente da SIC nos Estados Unidos da América, é um excelente colega. Mas é mais. É profissional, competente e rigoroso, como revelou no debate sobre os atentados de Londres na SIC Notícias. A desmistificação do Patriot Act e das condições de detenção de Guantánamo é um verdadeiro acto de serviço público. E é uma lição implacável para as magistraturas portuguesas e para os idiotas inúteis da corte que estão sempre ao lado de todas as causas do poder, sejam elas quais forem.
Rui Pereira, ex-líder do SIS, e Seixas da Costa, um dos melhores embaixadores portugueses, apesar de posições pontuais discutíveis, têm a capacidade de falarem do que sabem, fruto de uma excelência e de uma experiência ímpar.

É preciso ter lata

Elisa Ferreira, porventura a pior ministra do Planeamento de que há memoria desde o 25 de Abril, agora exportada para Bruxelas como deputada do PS, cuja actividade no Parlamento Europeu se desconhece, continua a palrar na RTPN em defesa cega do governo, quiçá, à espera de um lugar na próxima remodelação governamental. O melhor que a ex-ministra tem para dizer é que a responsabilidade no crescimento económico cabe aos empresários, pois o governo pode fazer pouco. Isto depois da sua passagem relâmpago e milionária pela associação patronal, com sede do Porto, liderada por Lugero Marques.
Paulo Rangel, do PSD, Pires de Lima, do CDS-PP, e Honório Novo, do PCP, continuam em nível razoável, revelando um estudo dos dossiers.
Teixeira Lopes, do Bloco de Esquerda, à excepção do debate sobre o aborto, continua a mesma sombra, sem capacidade para fazer frente ao desafio dos partidos que representam o sistema politico-institucional.

Sem condições

Vítor Constâncio deixou de ter condições para continuar à frente do Banco de Portugal. Não é só por causa da manchete do semanário O Independente, que revela um exemplo de desperdício obsceno das grandes instituições, com mais ou menos Jaguar à mistura. Simplesmente, as constantes vozes que o acusam de ter participado na grande encenação do défice, da esquerda à direita, não lhe deixam qualquer margem de manobra.

O silêncio não vence

O Estado português permanece impávido e sereno perante uma violação escandalosa das liberdades e garantias de um cidadão português detido na Venezuela.
Para que servem as relações diplomáticas com a Venezuela? E os contactos com o Presidente Hugo Chávez? Ou as excelentes e fraternais relações de amizade com Lula da Silva, que é um dos líderes mundiais que mantém as melhores relações pessoais com o presidente venezuelano? Ou ainda a palavra do Procurador-Geral da República e do Director Nacional da PJ?
Luís Santos, co-piloto português, que continua detido no estrangeiro viu o seu julgamento adiado pela 29ª vez, num processo Kafkiano de tráfico de droga.
Os órgãos de soberania portugueses não se dão ao respeito. Não dão explicações ao povo português sobre o que se está a passar. Porventura, também consideram que não é aconselhável falar sobre o assunto. O presidente da República, o Primeiro-Ministro, o Presidente da Assembleia da República, o Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, o Presidente do Tribunal Constitucional e o Procurador-Geral da República estão perante a exigência de respostas imediatas e a ameaça de uma greve no transporte aéreo, do Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil.

Oi, meu irmão

A edição do semanário Expresso promete.

Os três magníficos

As águas andam agitadas com a concentração dos Media.

Tudo em brasa

Os sindicatos da função pública não desarmam. A primeira greve nacional de José Sócrates está na rua. A guerra dos números da adesão vai começar.

Opinião Pública

Vicente Jorge Silva, no DN, sobre o Iraque.
Sérgio Figueiredo, no JORNAL DE NEGÓCIOS, sobre o Tribunal de Contas.

Sexta, 15


Solta o bruxo que há em ti! - (1)

Santa Engrácia tornou-se um ícone de Portugal

Escutei num noticiário da RTP

Traidor, mil vezes traidor

(Como houve alguma discussão sobre este artigo nos blogues e ele está indisponível no Público de ontem, reproduzo-o aqui por uns dias e depois vai para a "verdade filha do tempo")

O artigo de Vasco Pulido Valente, hoje no Público, é muito interessante (link não disponível)

Aqui da varanda já vejo carros em chamas

Essa coisa de alargar prazos pra depois das greves não é inconstitucional?

O GRANDE DEBATE....
O orçamento do queijo limiano acaba hoje, com a abertura ao trânsito do troço final do IP9/A27 entre Viana do Castelo (nó de Nogueira) e Ponte de Lima

«Nous voulons un ministre comme ça!»



Em actualização permanente

quinta-feira, julho 14

SuperLiga 2005-2006, 21 de Agosto

O Sporting-Benfica na 3ª jornada
FC Porto-Benfica na 7ª jornada
FC Porto-Sporting na 13ª jornada

Mais uma peta?

Conhecido, publicamente, que a Segurança social não tem as contas fechadas há 3 anos, o Bloco de Esquerda apresentou um requerimento nos seguintes termos:
O Bloco de Esquerda estranha que o governo anuncie, pelo próprio primeiro-ministro, que está a proceder a um estudo prospectivo sobre a viabilidade do sistema de Segurança Social quando há 3 anos que não se conhecem as contas globais deste sistema.

Luz ao fundo do túnel

A consultora Price Waterhouse Coopers revelou um estudo sobre o futuro da comunicação social.

Nããã

Se fosse benfiquista, começava a negociar a venda do nome do meu blog.

Um luxo

A revista OA - Boletim da Ordem dos Advogados é um produto de excelência. Na qualidade gráfica e no conteúdo:
Rui Patrício - «Mercado dos Valores Mobiliários e Direito Penal»
Pedro Verdelho - «Corrupção:Três notas sobre um crime da moda»
Rogério Alves - «A autoridade de quem cumpre»

Assim se vê a força dos pêcês

A internet continua a marcar a agenda da evolução dos grandes meios de comunicação social, como a CBS

Uma pequena grande medida

A empresa na hora é uma medida concreta que contribui para reforçar o que ainda resta da credibilidade política de José Sócrates e do seu governo.
É uma promessa eleitoral cumprida e satisfaz as necessidades dos agentes económicos, dos pequenos e médios empresários, permitindo o crescimento da actividade económica e do emprego.
Afinal, não estamos condenados exclusivamente ao folclore do anúncio dos grandes pacotes de investimento, uma maçada pornográfica que se repete com todos os governos, de esquerda e de direita.

Opinião Pública

Filipe Rodrigues da Silva, no Diário Digital, sobre o inimigo interno.
José Manuel Barroso, no DN, sobre o desafio do terrorismo.
Manuel Queroz, no CM, sobre Judith Miller.

Quinta, 14


Os incêndios continuam a devastar o país. É a pior situação nos últimos cinco anos. 30 mil hectares ardidos desde o início do ano, 3 mil incêndios

Assim se vê a força da pêtê


Rui Rio derrota os Aliados

Vocês sabiam que..............«Napoleão Bonaparte, durante suas batalhas usava sempre uma camisa de cor vermelha. Para ele era importante porque, se fosse ferido, na sua camisa vermelha não se notaria o sangue e os seus soldados não se preocupariam e também não deixariam de lutar. Toda uma prova de honra e valor.» Duzentos anos mais tarde, Sócrates usa sempre calças castanhas...

Acho tão triste e pedante que no site de candidatura de Manuel Maria Carrilho esteja um link que diz: visite o site pessoal do Prof. Manuel Maria Carrilho



A cidade de Lisboa está enxameada de cartazes de propaganda política

Lula acabou. Lula morreu. Se ninguém tem uma ideia melhor, proponho a realização de eleições antecipadas

Não são só 52 pessoas que morreram em Londres há uma semana que precisam que lhes dêm um rosto para se mostrar a estupidez de actos de terror. Há muitas outras vítimas de terrorismo a quem não são dados rostos. Vítimas das *nossas* acções ou *inacções*

Nós que trabalhamos neste ramo encaramos as palavras com honestidade


Em actualização permanente

quarta-feira, julho 13

Era dos nervos

Teresa Sousa, ex-funcionária da PGR, foi condenada a quatros e meio de prisão. O juiz desvalorizou a ameaça que a arguida fez, durante as alegações finais, de que, caso fosse condenada, incriminaria elementos do Ministério Público. «Vamos esquecer a ameaça, partindo do princípio que estaria nervosa em excesso», declarou José Eduardo Martins.

Uns vão, outros ficam

Depois de uma notícia assinada por Sónia Mossri, correspondente em Brasília, intitulada "BES envolvido no mensalão", Nicolau Santos, subdirector do Expresso, rumou ao Brasil para seguir a pista do BES no 'Mensalão', depois de ter assinado um excelente artigo de opinião "A perigosa atracção do GES" que provocou um terramoto financeiro e político. É um exemplo de profissionalismo e de independência jornalística ao nível de um grande semanário:O Expresso.

Contribuição para a internacionalização dos blogs portugueses

Copie o TAG para o seu template.
Não se esqueça de substituir o URL

English version by Google


Sociedade aberta

Antes de partir para banhos, Mário Soares voltou a dar um espectáculo na SIC Notícias, no programa conduzido por António José Teixeira. O ex-Presidente continua em grande forma, tendo falado e impressionado a propósito de diversos temas, entre os quais merecem destaque: os atentados terroristas, o combate ao terrorismo, a vaga de incêndios, as autárquicas e as presidenciais e a governação de José Sócrates. A não perder a edição diária do JN e a síntese (ainda que muito limitada) Aqui

Um eco sem surpresa

Depois da opinião de Matos Correia, certamente muito do agrado dos serviços de informação e afins, teme-se o pior para a comunicação de hoje do presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso.

Opinião Pública

Nuno Severiano Teixeira, no DN, sobre a política de segurança europeia.
Luís Delgado, no DN, sobre a quebra de crescimento económico.

Quarta, 13


Matemática Quando dois em cada três alunos não atingiram os objectivos quem reprovou foi a escola

ESTÁDIO DA LUZ VAI TER NOME DE MULTINACIONAL


O Ministro dos Negócios Estrangeiros do Governo de Sócrates, quando inquirido sobre a possibilidade de Portugal ser alvo de atentados terroristas, diz que não faz sentido porque os terroristas não usam o critério fotográfico para perpetrar os seus atentados, referindo-se à Cimeira das Lages


As «respostas» atabalhoadas (atordoadas?) da Grande Loja colocam na ordem do dia uma questão aos blogues, o registo de interesses. É uma questão mais relevante do que o sempre discutido anonimato

O Parque das Nações, a revolução urbanística e a experiência suburbana

Antes que alguém instale por aí um divã, ou assim...

"Deixem portanto a China dormir, porque quando ela despertar o mundo inteiro tremerá"

O "prefeito para a congregação do défice", o honorável Vitor Constâncio, veio uma vez mais dar más notícias
Em actualização permanente

terça-feira, julho 12

Desastre ambiental

Os partidos da oposição parlamentar pediram explicações ao governo sobre a morte de peixes na Barragem do Monte da Rocha, em Ourique. Já foram retiradas 16 toneladas de peixe.

12.07.05

O melhor
Extracto de escuta telefónica
A seguir
Dois olhares
A esquecer
Números demais

Combater o esquecimento

José Cesário e Gonçalo Nuno dos Santos, deputados do PSD, vão reunir com o co-piloto Luís Santos, que se encontra em prisão domiciliária desde Dezembro passado, depois de um período de dois meses numa cadeia local.

Uma 'perninha' jornalística

Diana Andringa, que se tem notabilizado mais pelo seu activismo sindicalista e político do que pela sua actividade jornalística, saltou para a ribalta com o seu trabalho sobre o «arrastão de Carcavelos», que está amplamente analisado Aqui, Aqui, Aqui e Aqui, pela pena de Miguel Gaspar.
O branqueamento da responsabilidade de pelo menos dois agentes superiores da PSP, Oliveira Pereira e Gonçalves Pereira, que ainda estão em funções, e de um autarca, António Capucho, em toda esta embrulhada de meias verdades é hilariante.
Aparentemente, o que interessa sublinhar, agora, é que o comandante Oliveira Pereira confessou, candidamente, que a PSP foi 'pressionada' a falar num arrastão e que errou ao falar em 400 a 500 pessoas.
É mais fácil culpar os jornalistas do que a incompetência e a irresponsabilidade das autoridades.
Enfim, uma receita velha.

Quantos meses vai demorar o governo a responder?

Uma notícia oportuna e inquietante, publicada no DN, que merece toda a atenção.

Terça, 12


Atender o telefone a esta hora da madrugada, sobretudo para quem se tem de levantar às sete da matina, só se for um amigo. Identificado o número, atendi.
- Estive a ler o teu post. Tu queres insinuar que há muitas bailarinas no bloco de esquerda? - perguntou sem rodeios.
- Bailarinas? No bloco de esquerda? - Interroguei surprendido pela pergunta, mas sobretudo para ganhar tempo.
- Sim, bailarinas. - Ripostou ele, de imediato.
- Há bailarinas em todo o lado. Estamos num país de bailarinas. - Respondi com voz ensonada.
Ele - o meu amigo - desanuviou a conversa, remantando:
- De facto todo o mundo tem pentelhos menos a bailarina.
E por aqui ficámos!

O cabelo do Nuno Rogeiro continua impecável
Na sequência dos medonhos atentados de Londres, lá veio a inevitável chusma de políticos sem cérebro pedir maior controlo sobre as actividades dos cidadãos

Portugal está a arder. Triste país o nosso

Não é estranho pensar-se em remover o actual procurador-geral da República. O que é estranho é que ele ainda lá esteja

A gente tem por aqui um rodapé disponível para um anunciozito...
Não gostamos de sobreiros, tamos farto do jornal de saco de plástico e vemos sempre os noticiários do Moniz.
Enfim, aceita-se mensalão

Farto-me aqui de defender o PGR. Não pelas razões certas, mas pelas razões que me parecem inevitáveis, como esta.



Em actualização permanente

Opinião Pública

Filipe Rodrigues da Silva, no Diário Digital, sobre «Não esquecer o Portugal offline».
Manuel Queiroz, no CM, sobre salários doentes.
Sérgio Andrade, no JN, sobre os "senhores" não andam de metro.
Adriano Moreira, no DN, sobre a Euráfrica.
Sérgio Figueiredo, no Jornal de Negócios, sobre Alberto João Jardim.
Mário Soares, na Capital, sobre «um fim-de-semana delicioso e produtivo, repleto de memórias e de ensinamentos».

sábado, julho 9

Santana admite regressar

O presidente da Câmara de Lisboa admite voltar a ser deputado depois de deixar a autarquia. O objectivo é defender a honra dos últimos governos da aliança PPD-PSD/CDS-PP, já que Marques Mendes está noutra e Paulo Portas tem mais que fazer.

Pobre esquerda (II)

José Adalberto Vieira da Silva, secretário do PT no Estado do Ceará, na região Nordeste do Brasil, envolvido no escândalo do Mensalão, foi detido, na posse de 200 mil reais (70 mil euros).

Pobre esquerda

François Mitterrand autorizou, em 1985, a sabotagem do Rainbow Warrior, navio da organização ecologista Greenpeace, de acordo com revelações de Pierre Lacoste, antigo chefe dos serviços secretos franceses (DGSE).

sexta-feira, julho 8

Bandalheira

JUDITH MILLER PRESA NOS EUA POR DEFENDER SIGILO PROFISSIONAL
A jornalista norte-americana do "New York Times" foi presa a 6 de Julho, condenada por desrespeito ao tribunal, por recusar revelar as suas fontes de informação no caso que levou à identificação da agente da CIA, Valerie Plame.

Opinião Pública

Filipe Rodrigues Silva, no Diário Digital, sobre uma qualquer manhã.
Carlos Pinto Coelho, na Capital, sobre a RTP.
Vicente Jorge Silva, no DN, sobre o terrorismo.
Mário Bettencourt Resendes, no DN, sobre os pobres.

Sexta, 8


The sound of bomba

A normalidade possível

Conheço os britânicos - cerrarão os dentes. Talvez alguns em "quiet desperation", como cantaram os Floyd, mas sem vergarem.
Mais do que sermos todos londrinos, hoje somos todos alvos

Em actualização permanente

quarta-feira, julho 6

06.07.05

O melhor
Inovação
Para desanuviar
A seguir
Trapalhadas liberais
A esquecer
Lapalissadas

2012 é...

Em Londres!

Quarta, 6


Segundo a «Associated Press», a astróloga russa Marina Bai processou judicialmente a NASA, alegando que a colisão da sonda “Deep Impact” com o cometa “Tempel 1”, no passado dia 4 de Julho, «destruiu o balanço natural das forças do Universo»

Sócrates é um mentiroso compulsivo. Como se não bastassem as mentiras eleitorais agora avança para as mentiras em plena governação

G8, fora nada

Pró ano é que é!

De vez em quando, de manhã, apetece-me recorrer à poesia de Sophia.
Nunca sei a razâo, nem a procuro. Não creio, sequer, que a encontrasse se teimasse em procurá-la
A problemática do chanato

Ando a fazer tanto exercício às pernas, que hoje ia a correr para apanhar o autocarro e, sem querer, ultrapassei-o

Depois do Miguel (de forma surpreendente e chocante para um benfiquista como eu) ter abandonado o Glorioso à má-fila, soube-se hoje que a malta do Gato Fedorento bateu com a porta da SIC

Nunca é tarde para uma autocrítica honesta

Estou manifestamente indignado com a escolha de Londres para os Jogos Olímpicos de 2012

Paris, já está a chorar?

Em actualização permanente

Decisão olímpica

Paris ou Londres?

Os amigos americanos

O Tomar Partido fala sobre o «nascimento de uma fundação liberal paga por[Donald]Rumsfeld, que será assim uma espécie de Euroamer política». Quem será o presidente?

Rectificativo ou caso Totta 2?

Francisco Louçã revelou que o Banco Totta vai transferir 47 500 contas para Porto Rico para fugir ao fisco.

«O que o Reino Unido diz é uma coisa, o que conseguimos obter do resto do mundo é outra, diferente, mas será o resultado da cimeira de Gleneagles»

O ministro das Finanças, Gordon Brown, baixou a fasquia sobre os resultados esperados na reunião do G8, sobretudo no que respeita aos objectivos mais emblemáticos: a ajuda a África e o aquecimento global.

Opinião Pública

Mário Bettencourt Resendes, no Diário Digital, sobre trapalhadas e mimos.
Joaquim Leitão, no Portugal Diário, sobre as pequenas boas notícias.
Manuel Carvalho da Silva, no DN, sobre a hipócrisia e alguma ignorância.
José Matos Correia, no DN, sobre o debate do estado da Nação.
Luís Delgado, no DN, sobre o plano Sócrates.

terça-feira, julho 5

Uma questão de estilo

Quem discorda das opções políticas do governo é acusado de irresponsabilidade

Mais embuste

As empresas de construção civil portuguesas vão fazer o novo aeroporto da OTA, segundo José Sócrates. É uma novidade que deve ter escapado aos investidores na bolsa.

Transparência

José Sócrates aludiu a relatórios técnicos para justificar a construção da OTA. Que tal publicar todos os relatórios na internet?

A grande entrevista

O primeiro-ministro repetiu, mais uma vez, na SIC, que aumentou os impostos porque não sabia o valor real do défice. Uma performance notável, digna de um Oscar. E mais. Quem pensar que José Sócrates enganou os portugueses, prometendo uma coisa e fazendo outra, está de má fé, de acordo com o chefe do governo. Uma conclusão digna de um ilusionismo político só ao alcance dos melhores actores. Não tarda nada o primeiro-ministro zanga-se com os portugueses.

Uma carreira de cimento

Depois do Euro'2004 e do Polis, José Sócrates é politicamente responsável pela decisão de construção do novo aeroporto da OTA e do TGV.

O desafio de Belmiro de Azevedo

Quantos postos de trabalho vão ser criados com a construção do novo aeroporto da OTA e da ligação de TGV? Por que razão os sindicatos não denunciam este monumental embuste?

sábado, julho 2

No more excuses

Pink Floyd, 24 anos depois.

Definitivamente

Não gostava de ter uma empresa de sondagens, em Portugal. Certamente, não teria clientes.

Isaltino e Valentim

Depois de ter sido conhecido que são arguidos, em investigações judiciais em curso, Isaltino Morais e Valentim Loureiro, segundo as sondagens, com presunções à mistura, ganham as câmaras de Oeiras e Gondomar.

sexta-feira, julho 1

99 anos depois

Há festa em Alvalade.

Bomba atómica

Se eu for condenada, não tenho a menor dúvida de que terei muita coisa para revelar e muitos colegas seus estarão sentados comigo no banco dos réus
De acordo com a Lusa, a afirmação foi feita por Teresa Sousa, ex-funcionária da PGR, dirigindo-se à procuradora do Ministério Público Manuela Ribeiro, durante as alegações finais, que decorreram no Tribunal da Boa-Hora, em Lisboa.

Vinte anos depois

MP com mão pesada

O Ministério Público pediu uma pena de 10 anos de prisão efectiva para a ex-funcionária da Procuradoria Geral da República Teresa Sousa, acusada de extorsão, corrupção, falsificação e violação do segredo de justiça.

Última Hora-Um Bigo Meu

A Inês Rapazote no seu melhor.

01.07.05

O melhor
Tempos agitados
A seguir
Blogs americanos em perigo
A esquecer
Todos aos salão

A grande marcha

Dois jornalistas norte-americanos sentem na pele a liberdade de imprensa de Bush.

Sexta, 1


BlogThis!
Já muito se escreveu e falou sobre este assunto - sobre a necessidade de haver regulamentação - e sempre defendi que os bloggers deveriam trabalhar num projecto de regulamentação para apresentar ao poder legislativo
A propósito de mulheres polícias, ontem presenciei uma manifestação numa capital europeia (que não era Lisboa) e o que mais me surpreendeu foi o número impressionante de mulheres-polícias-de-choque

Shakespeare podia ter vivido aqui. Podia
ter dançado na noite de S. João, quando o rio
transborda para as ruas nas correntes
humanas que as inundam


21!
Já está! Não doeu nada!
A factura, essa, virá mais tarde, mas isso, para nós, não é problema. O recibo pode sempre esperar...

A paz que se vive aqui faz-me sentir bem. As coisas boas da vida custam tão pouco.
...e passamos tempo a atender ao supérfluo!
Precisava de umas férias assim.

Uma autêntica desilusão, como já era esperado, o pacote de medidas apresentadas por Manuel Pinho. De concreto sabe-se que vai "derreter" 25 mil milhões de euros contra a vontade de Campos e Cunha que queria limitar a 20MM€.

Em actualização permanente

Chamem o TC

Alfredo de Sousa deve estar a rir à gargalhada. Ignorado, por duas vezes, em relação ao apuramento das contas públicas, eis, que, agora, o Público revela que o sacrossanto governador do Banco de Portugal, Vítor Constâncio, também se enganou nas contas do défice. Não dá para acreditar. Não sabem o prejuízo que estão a causar ao país?

O salão erótico de Lisboa

Uma visita guiada através do Correio da Manhã e do JN.

Opinião Pública

Rui Hortelão, no CM, sobre os sacrifícios e os embustes.
Vicente Jorge Silva, no DN, sobre o balanço da presença norte-americana no Iraque.
Jorge Coelho, no DN, sobre uma cultura de exigência.

Um desastre

Hoje, entra em vigor o aumento do IVA.